Início

2021 foi um dos anos mais quentes da história, segundo a NASA

De acordo com especialistas, a Terra irá atingir o teto do aquecimento global em 10 anos, se a tendência de aumento de temperatura se mantiver
Por History Channel Brasil em 24 de Janeiro de 2022 às 15:51
2021 foi um dos anos mais quentes da história, segundo a NASA-0

De acordo com um relatório que a NASA e a Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA) dos EUA publicaram recentemente, o ano de 2021 foi o sexto ano mais quente desde que esses dados começaram a ser registrados, em 1880. O documento indica que no ano passado as temperaturas do mundo ficaram  acima dos níveis do período pré-industrial. Isso seria reflexo do efeito estufa, provocado pelo uso desenfreado de combustíveis fósseis e do desmatamento. 

Teto do aquecimento global

Além disso, o relatório aponta que as maiores temperaturas da história aconteceram ao longo dos últimos sete anos. Se esse tendência for mantida, o teto do aquecimento global estabelecido pelo Acordo de Paris pode ser alcançado em 10 anos. Essa resolução determina que todos os países se empenhem em limitar o aumento das temperaturas globais em 1,5 °C.

“Se esse padrão se mantiver, em 10 anos estaríamos chegando a esse ponto (1,5°C)”, afirmou Edil Sepúlveda, cientista do Centro de Voos Espaciais Goddard, da NASA.  No relatório, os pesquisadores explicam que a temperatura média de 2021, tanto da superfície da Terra como da superfície oceânica, foi de 14,4°C, ficando 0,84° acima da média do século XX. 

Até o momento, os anos mais quentes da história foram 2015 e 2020. Embora 2021 tenha tido uma temperatura menor, isso não significa que a tendência esteja sendo revertida, advertem os especialistas.  

Fontes
NASA e CNN
Imagens
iStock