Início

China planeja lançar 23 foguetes para impedir colisão de asteroide com a Terra

Os cálculos foram baseados em um objeto espacial chamado Bennu, maior que o Empire State
Por History Channel Brasil em 26 de Julho de 2021 às 21:20
China planeja lançar 23 foguetes para impedir colisão de asteroide com a Terra-0

Pesquisadores do Centro Nacional de Ciências Espaciais da China elaboraram um plano para salvar a Terra caso um grande asteroide ofereça risco de colisão com o nosso planeta. A ideia é utilizar mais de vinte foguetes espaciais para tentar desviar a trajetória do objeto espacial. Os cálculos foram baseados em um asteroide chamado Bennu, cujo diâmetro mede aproximadamente 490 metros (ou seja, é maior que o edifício Empire State, em Nova York).

Foguetes contra asteroide

Entre os anos 2175 e 2199, o Bennu chegará a 7,5 milhões de quilômetros da órbita da Terra. Quando isso acontecer, ele entrará na categoria de "objeto potencialmente perigoso". Embora a chance dele atingir o nosso planeta seja de apenas 1 em 2700, esse risco ainda é suficiente para preocupar os cientistas devido à onda de destruição que o asteroide poderia causar. Assim, os pesquisadores querem estar preparados para os riscos de impacto de um objeto similar ao Bennu.

De acordo com eles, simulações matemáticas apontaram que executar um ataque simultâneo de foguetes contra um asteroide potencialmente perigoso seria eficaz para desviá-lo. Por isso, eles propõe o lançamento de 23 foguetes Long March 5 contra um eventual objeto espacial de grandes proporções que ameace a Terra. O estudo aponta que a estratégia seria capaz de afastá-lo em até nove mil quilômetros de nossa direção.

Há alguns anos os Estados Unidos apresentaram um plano similar, chamado HAMMER (Hypervelocity Asteroid Mitigation Mission for Emergency Response, ou "missão emergencial de hipervelocidade para neutralização de asteroides", em tradução livre). A iniciativa consiste no uso de "impactadores cinéticos" , que seriam aeronaves capazes de desviar a rota de um objeto espacial. O projeto prevê até mesmo que o equipamento poderia carregar ogivas nucleares.

Os chineses alegam que seu plano seria mais eficiente, pois necessitaria de "apenas" dez anos de preparação após o alerta de impacto do asteroide. Enquanto isso, o HAMMER demandaria 25 anos de preparativos. Apesar disso, o plano chinês gera preocupação por usar foguetes Long March 5, mesmo tipo de artefato que perdeu o controle recentemente e caiu no Oceano Índico.

VER MAIS


Fontes: BBC, Independent e Forbes

Imagem: iStock