Início

Crianças encontram fósseis de nova espécie de pinguim gigante na Nova Zelândia

Rara descoberta foi feita por membros de um clube juvenil de história natural

Um grupo de crianças fez história ao encontrar fósseis de um pinguim gigante na Nova Zelândia. Ao pesquisar o material, cientistas descobriram que trata-se de uma espécie previamente desconhecida que viveu há cerca de 35 milhões de anos. O estudo abordando o animal pré-histórico acaba de ser publicado na revista científica Journal of Vertebrate Paleontology. 

Pinguim com pernas longas

A descoberta aconteceu em 2006, durante uma expedição de crianças que participavam de um clube juvenil de história natural. Elas encontraram os ossos do pássaro extinto em uma pequena península no porto de Kawhia, na cidade de Hamilton. Segundo os pesquisadores, esse é o fóssil mais completo de um pinguim gigante já descoberto.

Crianças encontram fósseis de nova espécie de pinguim gigante na Nova Zelândia - 1

Os cientistas explicam que o pinguim media 1,4 m de altura e apresentava pernas e bico inusitadamente longos. O comprimento dos membros posteriores do pinguim inspirou os pesquisadores a chamá-lo de Kairuku waewaeroa. Na língua maori, "waewae" significa "pernas" e "roa" significa "longas" .

“É meio surreal saber que uma descoberta que fizemos quando crianças há tantos anos está contribuindo para a ciência hoje. E trata-se de uma nova espécie! A existência de pinguins gigantes na Nova Zelândia é pouco conhecida, então é muito bom saber que a comunidade continua a estudar e aprender mais sobre eles. Com certeza aquele dia que passamos cortando-o do arenito foi proveitoso!”, disse Steffan Safey, um dos membros do clube de história natural.

VER MAIS


Fonte: Live Science

Imagem: Simone Giovanardi/Divulgação