Início

Estrela gigante que pisca no centro da Via Láctea intriga pesquisadores

Estudo que descreve o objeto contou com a participação de cientistas brasileiros
Por History Channel Brasil em 02 de Julho de 2021 às 16:43
Estrela gigante que pisca no centro da Via Láctea intriga pesquisadores-0

Um misterioso objeto foi detectado há piscando perto do centro da Via Láctea. Seu comportamento estranho chamou a atenção dos pesquisadores, pois ele praticamente desaparecia durante meses para depois voltar a brilhar intensamente. Trata-se de uma estrela gigante, batizada de VVV-WIT-08, cuja descoberta foi abordada em um novo estudo que contou com a participação de dois cientistas brasileiros: Roberto Kalbusch Saito, professor do Departamento de Física da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), e Luciano Fraga, pesquisador do Laboratório Nacional de Astrofísica.

Estrela única

É comum que estrelas apresentem oscilações em seu brilho, seja por características intrínsecas a elas (como é o caso das variáveis pulsantes que se expandem e contraem periodicamente), seja devido a objetos que passam entre elas e o observador, causando um efeito de eclipse. O que aconteceu com a VVV-WIT-08, entretanto, nunca foi observado antes. Até o momento, ela é considerada uma estrela única.

Estrela gigante que pisca no centro da Via Láctea intriga pesquisadores - 1

“É uma estrela que, a princípio, tu olhas a curva de luz dela, que é a variação de brilho ao longo do tempo, e é sempre constante, a estrela não varia. A não ser em um evento em 2012 quando ela quase desapareceu. Ela perdeu 97% do brilho e depois voltou ao brilho normal de novo", explicou Roberto. "E desde então, até hoje, com todo o acompanhamento que a gente fez dela, ela segue sem nenhuma mudança de brilho, e isso não é esperado para uma estrela. Então, o comportamento diferenciado é que ela teve um único evento, em mais de uma década de observação, em que ela perde uma quantidade de brilho muito grande, quase 100%”, completou o pesquisador.

Mas qual seria a causa do "desaparecimento" da estrela? A explicação mais provável é a passagem de uma estrutura bastante opaca e de grandes dimensões entre ela e os telescópios. Uma densa nuvem de gás e poeira ou um enorme planeta em órbita são algumas das possibilidades apontadas pelos pesquisadores. O estudo foi publicado na revista científica Monthly Notices of the Royal Astronomical Society.

VER MAIS


Fontes: Science Alert e UFSC

Imagens: iStock.com e Amanda Smith/Universidade de Cambridge