Início

Estudo revela que Polo Norte e Polo Sul se comportam como irmãos gêmeos

Por History Channel Brasil em 15 de Dezembro de 2020 às 14:28
Estudo revela que Polo Norte e Polo Sul se comportam como irmãos gêmeos-0

Pesquisadores do Departamento para o Meio Ambiente da Universidade de Harvard realizaram um estudo que demonstra que o Polo Norte e o Polo Sul seriam como dois irmãos separados no nascimento. O que acontece em um extremo do planeta, influencia o outro. O estudo, publicado na revista Nature, mostra pela primeira vez que as mudanças na camada de gelo da Antártida foram causadas por mudanças no nível do mar resultantes do derretimento do gelo no norte durante os últimos 40 mil anos.

 Os cientistas descobriram que quando o gelo no Hemisfério Norte permaneceu congelado durante o último pico da Era do Gelo (entre 20 mil e 26 mil anos atrás), houve uma redução do nível do mar na Antártida e um crescimento da sua camada de gelo. Quando o clima esquentou após esse pico, as camadas de gelo no norte começaram a derreter, fazendo com que o nível do mar no Hemisfério Sul subisse. A ascensão do oceano fez com que o gelo na Antártida recuasse para o tamanho que tem hoje ao longo de milhares de anos, uma resposta relativamente rápida em tempo geológico.

Estudo revela que Polo Norte e Polo Sul se comportam como irmãos gêmeos - 1

“O que motivou esses eventos dramáticos em que a Antártida liberou enormes quantidades de massa de gelo? Esta pesquisa mostra que os eventos não foram impulsionados por nada local. Eles foram causados pelo aumento do nível do mar localmente, mas em resposta ao derretimento das camadas de gelo muito distantes", disse Jerry X. Mitrovica, professor da Universidade de Harvard. "O estudo estabelece uma conexão subestimada entre a estabilidade da camada de gelo da Antártida e períodos significativos de derretimento no Hemisfério Norte”, completou.

“Olhar para o passado pode nos ajudar a entender como funcionam os mantos de gelo e os níveis do mar”, disse a doutora Natalya Gomez, líder do estudo. “Isso nos oferece uma melhor perspectiva de como todo o sistema terrestre funciona”, explicou. Segundo os pesquisadores, o estudo pode ajudar os cientistas a compreender as futuras mudanças à medida que o aquecimento global aumenta o derretimento das principais camadas de gelo e calotas polares.


Fonte: Universidade de Harvard

Imagens: Shutterstock.com