Início

Filósofo muçulmano teria elaborado a Teoria da Evolução mil anos antes de Darwin

Por History Channel Brasil em 29 de Março de 2019 às 17:47
Filósofo muçulmano teria elaborado a Teoria da Evolução mil anos antes de Darwin-0

Charles Darwin revolucionou a ciência ao publicar o livro "A Origem das Espécies", em 1859. Nessa obra, ele introduziu a ideia de que a diversidade biológica é fruto de um processo de seleção natural. Mas um filósofo muçulmano já teria elaborado a famosa Teoria da Evolução mil anos antes do cientista britânico.

Abu Usman Amr Bahr Alkanani al-Basri, conhecido pelo apelido de Al-Jahiz (que significa "olhos esbugalhados"), nasceu no ano 776 na cidade de Basra (hoje em dia localizada no Iraque). De origem humilde, ele se radicou em Bagdá, onde acumulou conhecimento em diferentes áreas como filosofia helenística, ciências gregas e poesia. Seu trabalho principal se chama Kitab al-Hayawan (ou "O Livro dos Animais").  

A obra é uma enciclopédia em sete volumes, que traz anedotas, textos poéticos e provérbios descrevendo 350 variedades de animais. Segundo o autor turco Mehmet Bayrakdar, nesses escritos Al-Jahiz teria formulado uma teoria sobre as mutações das espécies a partir dos efeitos do meio ambiente e da luta pela sobrevivência. "Os fatores ambientais influenciam os organismos a desenvolver novas características para garantir a sobrevivência, transformando-os em novas espécies”, diz uma tradução de seu texto. As conclusões dele seriam semelhantes às que Darwin chegaria muito tempo depois. 

Seu livro teria sido difundido entre estudiosos árabes entre os séculos XXI e XIV. De acordo com Bayrakdar, as traduções para o latim dos textos de Al-Jahiz teriam chegado até cientistas europeus, como Charles Darwin e Jean-Baptiste Lamarck, influenciando o trabalho dos dois. Apesar dos paralelos entre as teorias, não há evidências de que eles realmente tenham entrado em contato com o pensamento de Al-Jahiz.


Fontes: BBC e “Al-Jâhız and the Rise of Biological Evolutionism” (Mehmet Bayrakdar).

Imagem: "O Livro dos Animais",  Biblioteca Ambrosiana, via Wikimedia Commons