Início

NASA alerta que um alimento importante pode desaparecer devido às mudanças climáticas

Estudo prevê que o impacto das emissões de carbono afetará seriamente a produção agrícola na próxima década
Por History Channel Brasil em 11 de Novembro de 2021 às 19:02
NASA alerta que um alimento importante pode desaparecer devido às mudanças climáticas-0

Um estudo da NASA prevê graves problemas na produção agrícola mundial devido ao impacto direto das mudanças climáticas. De acordo com a pesquisa, publicada na revista científica Nature Food, o plantio de alimentos importantes pode ser afetado drasticamente até o ano 2030 devido ao aumento das emissões de carbono e outros fatores. Com isso, a segurança alimentar de habitantes de diversas partes do planeta estaria em risco.

Menos milho e mais trigo

Usando diferentes modelos computacionais, os pesquisadores da NASA estimaram que nos próximos dez anos pode haver uma redução de 24% na produção de milho, um alimento fundamental na dieta de diversos países. Jonas Jägermeyr, principal autor do estudo, disse que uma redução de 20% dos níveis de produção atuais do cereal pode ter sérias implicações globais. Por outro lado, também devido às mudanças climáticas, a agência prevê um aumento de 17% na produção de trigo.

Plantação de milho

O milho é cultivado em todo o mundo, com grandes quantidades do cereal sendo produzidas em países próximos à linha do equador. As Américas do Norte e Central, a África Ocidental, a Ásia Central, o Brasil e a China são locais que podem sofrer com o declínio de suas safras nos próximos anos. De acordo com estudo, a atividade agrícola está sendo afetada pela mudança nos padrões de chuvas, aumento das temperaturas e altas concentrações de dióxido de carbono. 

"Mesmo em cenários otimistas em relação às mudanças climáticas, nos quais as sociedades se esforçam de forma ambiciosa para limitar o aumento da temperatura global, a agricultura mundial está enfrentando uma nova realidade ", disse Jägermeyr. "E com a interconexão do sistema alimentar global, os impactos na produção de uma região serão sentidos em todo o mundo", alertou.

Fontes
NASA e CNN
Imagens
iStock