Início

Pesquisadores encontram os restos de uma “superarma” nazista na Inglaterra

Ela foi responsável por pelo menos 9 mil mortes na Grã-Bretanha durante a Segunda Guerra Mundial
Por History Channel Brasil em 17 de Novembro de 2021 às 20:11
Pesquisadores encontram os restos de uma “superarma” nazista na Inglaterra-0

Um grupo de pesquisadores encontrou partes de um dos mísseis balísticos mais potentes da Segunda Guerra Mundial: o míssil V2. O projétil foi lançado pelo exército da Alemanha nazista em 14 de fevereiro de 1945. A descoberta foi feita pelos irmãos Colin e Sean Welch, diretores do projeto Research Resource Archaeology, que oferece serviços especializados para manter o patrimônio arqueológico do Reino Unido.

Londres como alvo

Os vestígios foram localizados nas proximidades de uma paróquia no condado de Kent, após o míssil, direcionado a Londres, explodir antes de atingir o alvo. O local agora é uma fazenda, mas abrigava um pomar quando o projétil foi lançado. A equipe passou quatro dias usando uma escavadeira e pás para cavar a cratera deixada pela bomba, que havia sido coberta de terra após o ataque.

Cratera deixada pelo míssil V2

Os pesquisadores usaram detectores de metal para localizar os vestígios mais profundos da explosão, que estavam a 4,3 metros abaixo do solo. A equipe recuperou mais de 800 kg de detritos de metal, incluindo grandes fragmentos da câmara de combustão do foguete. Agora, os irmãos Welch irão recuperar as peças e escrever um relatório para os arquivos históricos do condado.

Foguete V2

O V2 foi a primeira arma supersônica, tendo sido usado pelos nazistas durante as últimas fases da Segunda Guerra Mundial, principalmente contra alvos britânicos e belgas. Esses foguetes eram muito temidos, pois ninguém podia ouvi-los chegando e eles voavam muito alto e rápido para serem interceptados. Adolf Hitler ordenou que os V2s fossem jogados contra Londres como retaliação aos devastadores bombardeios aliados de cidades alemãs em 1943 e 1944. Seu ministro da propaganda, Joseph Goebbels, os apelidou de "Vergeltungswaffe" ou "armas de vingança". Esses foguetes mataram cerca de 9 mil pessoas na Grã-Bretanha durante o conflito.

Fontes
Live Science e La Nación
Imagens
iStock e Colin Welch/Research Resource Archaeology/Reprodução