Início

Adolfo de Jesús, o narcossatânico que enlouqueceu o FBI

Traficante, assassino em série e canibal, nunca foi capturado pelas autoridades. 

Vídeo relacionado:

Adolfo de Jesús Constanzo nasceu em Miami, nos Estados Unidos, em 1962. Filho de pais cubanos, desde pequeno ele esteve rodeado por membros do culto de santeria conhecido como Palo Mayombe. Adolfo entrou para o mundo do crime na adolescência, sendo preso várias vezes por delitos pequenos. Foi um amigo da família, sacerdote do ritual de santeria, que o iniciou na arte do satanismo, o que acabou o transformando em um dos homens mais procurados pelo FBI.

Adolfo se mudou para o México em 1983 e, lá, atraiu seus primeiros discípulos. Convencido de que a magia negra lhe trazia imunidade contra a polícia, ele deu início a uma carreira meteórica no narcotráfico. Para conseguir favores do demônio, Adolfo e seus discípulos cometeram inúmeros assassinatos ritualísticos. Acredita-se, inclusive, que por anos eles se alimentaram de carne humana.

Em 1989, a seita sequestrou e assassinou um estudante americano. Após uma longa busca, a polícia mexicana encontrou o rancho aonde eles se escondiam e prendeu vários membros do grupo. Adolfo conseguiu fugir, mas foi localizado pelas autoridades alguns meses depois, quando pediu a um de seus seguidores que o matasse a tiros para que não fosse capturado com vida.


Fonte: RT

Imagem: Cool Interesting Stuff