Início

Arqueólogos egípcios encontram 110 tumbas milenares no delta do Rio Nilo

Além de restos mortais, foram localizados objetos de cerâmica e amuletos

Durante escavações no sítio arqueológico de Kom al-Khaljan, no delta do Rio Nilo, no Egito, foram encontradas 110 tumbas milenares. Segundo o Ministério do Turismo e Antiguidades, as sepulturas datam de três épocas distintas. As mais antigas delas são do Período Pré-Dinástico (6000 a.C. - 3150 a.C.).

Tumbas ovais e retangulares

Arqueólogos egípcios encontram 110 tumbas milenares no delta do Rio Nilo - 1

Ao todo, foram encontradas 68 tumbas ovais do Período Pré-Dinástico. Além disso, os arqueólogos encontraram 37 tumbas retangulares do Segundo Período Intermediário (1782 a.C. - 1570 a.C.), época na qual o Egito era governado pelos Hicsos, um povo semita asiático. As outras cinco tumbas ovais datam do período Naqada III (3200 a.C. - 3000 a.C.).

Arqueólogos egípcios encontram 110 tumbas milenares no delta do Rio Nilo - 2

Além de restos mortais de adultos e crianças, nas tumbas foram encontrados apetrechos funerários e objetos de cerâmica, como jarras. No local, os arqueólogos também localizados fornos, fogões, restos de tijolos e louças. Entre outros artefatos encontrados estavam amuletos (alguns dos quais feitos de pedras semipreciosas) e brincos.

Arqueólogos egípcios encontram 110 tumbas milenares no delta do Rio Nilo - 3

Essa é a mais recente de uma série de descobertas arqueológicas importantes no Egito. No ano passado, o Ministério do Turismo e Antiguidades anunciou que foram encontrados mais de 300 sarcófagos lacrados na necrópole de Saqqara. O achado foi considerado um dos mais significativos em décadas. 

VER MAIS:


Fonte: Phys.org e Ministério do Turismo e Antiguidades

Imagens: Ministério do Turismo e Antiguidades/Divulgação