Início

Asteroide com poder de 35 bombas atômicas passou raspando pela Terra em janeiro

Cientistas só detectaram a ameaça com 24 horas de antecedência!

Em 9 de janeiro de 2017 um asteroide do tamanho de um prédio de dez andares cruzou o espaço a apenas 192 mil quilômetros da Terra. A comunidade científica reconheceu que a bola de fogo foi detectada apenas 24 horas antes de sua passagem pelo programa de monitoramento Catalina Sky Survey, da Universidade do Arizona, nos EUA.

O 2017 AG3, conforme foi batizado, passou a uma velocidade de 56 mil km/h, e se tivesse impactado contra a Terra, poderia ter causado um estrago de proporções monumentais, assim como o asteroide que caiu na Rússia em 2013. Se tivesse explodido na atmosfera, o problema seria ainda maior, já que atingiria o planeta com força de 700 mil toneladas - o que equivale a nada menos que 35 bombas atômicas.

Embora as possibilidades de o planeta ser atingido por um meteoro de grandes proporções sejam baixas (0,01%), a Casa Branca publicou um documento no final do ano passado pedindo às agências norte-americanas que se preparassem para enfrentar um impacto cósmico.


Fonte: Infobae

Imagem: Shutterstock.com