Início

Capacete de 2500 anos usado nas guerras Greco-Persas é encontrado em Israel

Um capacete grego de 2500 anos foi encontrado no Porto de Haifa, em Israel. Os pesquisadores acreditam que o artefato foi usado por um soldado durante as guerras Greco-Persas (também chamadas de Guerras Médicas), travados entre 499 e 449 a.C.  Essa é a única peça completa do tipo já descoberta na costa israeelense.

Segundo um comunicado da Autoridade de Antiguidades de Israel, o capacete foi descoberto em 2007 pela tripulação de um navio holandês. Mais tarde, a peça foi entregue pelo capitão da embarcação ao órgão responsável pela preservação de tesouros arqueológicos encontrados em território israelenes. "O capacete é do tipo coríntio, desenvolvido e produzido pela primeira vez no século VI [a.C.] na cidade de Corinto, na Grécia", diz a nota. 

Os pesquisadores acreditam que o capacete foi usado por um guerreiro que servia em um dos navios de guerra que pertenciam à frota grega que combateu os persas. A peça foi fabricada a partir de uma única folha de bronze, com o uso de técnicas de aquecimento e martelagem. "Essas técnicas permitiam a redução do peso do capacete sem prejudicar sua capacidade de proteger a cabeça de um guerreiro", disseram os arqueólogos.

As Guerras Greco-Persas foram uma série de conflitos bélicos entre os antigos gregos e o Império Aquemênida durante o século V a.C. O choque entre o mundo político fragmentado dos gregos (aqueus, jônios, dórios e eólios) e o vasto império dos persas se originou na disputa sobre a Jônia na Ásia Menor. Naquela época, as colônias gregas da região, especialmente Mileto, tentaram livrar-se do domínio persa.


Fonte: Live Science

Imagem: Clara Amit/Autoridade de Antiguidades de Israel