Início

Como os pombos vieram para o Brasil? Existe pombo herói de guerra?

Conheça as histórias mais curiosas envolvendo esses pássaros
Autor
Thiago Gomide, do Tá Na História

Como os pombos vieram para o Brasil? Existe pombo herói de guerra?  - 1

Os pombos, que são da Ásia, vieram parar no Brasil por causa dos portugueses.

Dom João VI, naquela fuga louca, trouxe pombos, por exemplo. Há vertentes históricas que defendem que a ideia foi dele mesmo. 

Pombos na história

Têm histórias envolvendo pombos muito peculiares. No Brasil, na Europa, nos Estados Unidos. 

Durante a ditadura militar, em 1977, um pombo foi preso em Cabo Frio, região dos lagos do Rio de Janeiro. Acusação: subversivo. O pombo-correio ficou enjaulado e foi investigado pelo DOPS, o Departamento de Polícia Política e Social.

Em plena Primeira Guerra Mundial, uma pombinha virou celebridade.

Batalha entre americanos e alemães. Os americanos tinham se perdido, ou seja, chance imensa de todos serem pegos e fuzilados. Alguém precisava pedir ajuda. Uma pombinha foi escalada. Desafio: passar pelo exército alemão. 

E lá foi o bicho, dando um rasante. Eles chegam a 80 quilômetros por hora.

Por falar nos Estados Unidos: na Guerra Fria, a CIA fez testes colocando câmeras fotográficas no peito de vários pombos.

Será que conseguiram chegar a algum canto? 

E no Kuwait que foi preso um pombinho traficando 178 pílulas de ecstasy? Já sabe. 

Aperta o play para saber mais sobre essas histórias! 



THIAGO GOMIDE é historiador e jornalista. Pós-graduado em História do Brasil e Mestre em História, Bens Culturais e Política pela FGV. Foi apresentador e editor do Canal Futura e diretor da MultiRio, ambos dedicados à educação. Além de ser o responsável pelo conteúdo do Tá na História, atualmente assina a coluna "Coisas do Rio", no jornal O Dia, e é presidente da rádio Roquette-Pinto.

A proposta do Tá na História é oferecer conteúdos que promovam conhecimento sobre personagens e fatos históricos, principalmente do Brasil. Tudo isso, claro, com bom humor e muita curiosidade. 


Imagem:  Istock.com