Início

Homem é decapitado devido à crença que carecas teriam ouro na cabeça

Crime macabro deixou as autoridades de Moçambique em alerta
Por History Channel Brasil em 19 de Janeiro de 2022 às 15:59
Homem é decapitado devido à crença que carecas teriam ouro na cabeça-0

O assassinato de um homem careca deixou as autoridades de Moçambique em alerta. A vítima foi decapitada e a polícia suspeita que a morte fez parte de um ritual macabro. A motivação estaria relacionada a uma crença local que diz que pessoas calvas têm ouro dentro das próprias cabeças.

Comércio de órgãos

Os policiais acreditam que os criminosos pretendiam vender a cabeça da vítima em outro país africano, o Mali. O comprador teria sumido antes da transação ser realizada e a parte do corpo foi descartada em uma cidade malinesa. Há relatos de crimes ritualísticos semelhantes em outras partes do continente, como Nigéria, Malaui, Uganda e Tanzânia.

Comunidades espalhadas pela África acreditam que partes do corpo podem ser utilizadas em rituais de feitiçaria para alcançar riqueza, fertilidade ou poder. Em 2017, foram relatadas ao menos cinco mortes de homens carecas na região moçambicana de Milange. "O motivo vem da superstição e da cultura, a comunidade local acha que os carecas são ricos", disse na época Afonso Dias, comandante da polícia do país.

Em países da África como Tanzânia, Camarões e Malauí também é perigoso ser albino. Nesses locais, muita gente acredita que pessoas sem a pigmentação da pele possuem características sobrenaturais. De acordo com um levantamento da ONU, membros de albinos chegar a ser comercializados por US$ 2 mil. 

Fontes
BBC e Metro
Imagens
iStock