Início

Lava azul de vulcão? Gota de água que flutua? Veja como a natureza pode surpreender você

À primeira vista, a natureza pode ser surpreendente, mágica e pródiga em espetáculos cativantes. Se olharmos mais de perto ainda, ou se captarmos o momento exato em que ela se expressa, essa sensação é multiplicada até alcançar o limite do imaginável. Assim, podemos presenciar um lago explodindo, nuvens que formam uma onda no céu, o avanço lento de uma camada de gelo, a lava azulada de um vulcão em erupção e o comportamento de uma gota de água que não se evapora.

O lago explosivo

A explosão de lagos acontece quando o metano ou o dióxido de carbono acumulados em grande quantidade na água emergem subitamente à superfície. Em 1986, a explosão do Lago Nyos, em Camarões, deixou cerca de 1.700 mortos. No vídeo, dois cientistas mostram o fenômeno em um lago da Sibéria.

 

O céu como mar

Em determinada formação, as nuvens se assemelham ao mar. Acontece quando ventos fortes se chocam contra a parte inferior das nuvens. O fenômeno foi descoberto em 2009 e ainda não foi totalmente explicado.

 

A onda de gelo

Esse estranho tsunami gelado avança muito lentamente e é registrado nos litorais com clima frio. Ele é formado quando a camada de gelo de um lago ou de um mar se rompe, e o gelo derretido fica acumulado nas margens. Ventos fortes podem fazer que a onda saia das bordas, congelando-se imediatamente.

 

O vulcão de lava azul

Durante a erupção do vulcão Kawah Ijen, na Indonésia, no início deste ano, muitas testemunhas ficaram surpresas ao constatar que a lava era azul. A cor é resultado do gás sulfúrico comprimido e acumulado dentro do vulcão, que queima quando sai da superfície e entra em contato com o ar, se condensando em forma de líquido e conservando uma cor azul brilhante.

 

O efeito Leidenfrost

Se a temperatura de uma superfície subir até certo ponto, então a gota que cai sobre ela não se evaporará de imediato. Esse fenômeno se chama efeito Leidenfrost e é explicado pela camada de vapor que é gerada debaixo de uma gota d’água depois que essa cai em uma superfície mais quente que seu ponto de ebulição, o que acaba a elevando, impedindo seu contato com a superfície.

 

Fonte e imagens: QuoStrange SoundsBlogodiseaBoston.com e RT

http://www.youtube.com/watch?v=zzKgnNGqxMw