Início

O Acre quase foi "comprado" por empresários dos EUA e da Inglaterra

Por Thiago Gomide do Tá na História.

Parceria HISTORY e Tá Na História

A Bolívia era dona do que hoje conhecemos como Estado do Acre. 

Na virada do século XIX para o XX, o país negociou o arrendamento do espaço para uma chartered company controlada por empresários dos Estados Unidos e da Inglaterra. Essa companhia tinha em seu corpo de investidores banqueiros ingleses, grandes empresários e até pessoas ligadas ao presidente dos EUA. 

O tratado permitia que, entre tantos benefícios, a empresa até usasse navios de guerra. Seria livre o fluxo pelos rios da região, atravessando o Brasil.

O território do Acre era marcado pelo dinheiro da borracha, a luta pela sobrevivência dos nordestinos seringueiros, a influência política de poderosos de Manaus e Belém e por inúmeros conflitos,  armados inclusive, entre brasileiros e bolivianos. 

No vídeo, você vai conhecer uma das histórias mais importantes da diplomacia brasileira, demonstrando o talento de Barão do Rio Branco, Joaquim Nabuco, Assis Brasil, Eduardo Lisboa e muitos outros. O Brasil sempre foi respeitado na sua diplomacia. 

Aperte o play que o Tá na História te explica tudinho.


THIAGO GOMIDE é jornalista e pesquisador. Foi apresentador e editor do Canal Futura e da MultiRio, ambos dedicados à educação. Escreveu e dirigiu o documentário "O Acre em uma mesa de negociação". Além de ser o responsável pelo conteúdo do Tá na História, atualmente edita e apresenta o programa A Rede, na Rádio Roquette Pinto ( 94,1 FM - RJ). 

A proposta do Tá na História é oferecer conteúdos que promovam conhecimento sobre personagens e fatos históricos, principalmente do Brasil. Tudo isso, claro, com bom humor e muita curiosidade. 


Imagem: Arte sobre mapa de Raphael Lorenzeto de Abreu, via Wikimedia Commons