Início

O fim da humanidade está próximo, segundo os economistas

A BC Research, uma empresa canadense voltada para a pesquisa financeira, acaba de publicar um documento em que afirma que os riscos de que a humanidade seja extinta antes do ano de 2290 são de 50%.

A probabilidade aumenta até 95% para o ano de 2710. Um dos responsáveis pelo estudo, o economista Peter Berezin, explica que as estatísticas indicam que o rápido desenvolvimento tecnológico estaria levando a Terra à destruição.

O crescimento acelerado da população e a capacidade alarmante de devastação que as armas humanas possuem são grandes fatores de risco. A empresa canadense detalha em seu comunicado: “temos tecnologias que tornam possível a destruição da Terra, mas ainda não criamos uma tecnologia que nos ajude a sobreviver em caso de catástrofe”.

Os economistas advertem que esse tipo de previsão pode ser um desincentivo grave para a área econômica, fazendo com que os investimentos e as taxas de poupança caiam bruscamente.

O premiado cientista Stephen Hawking também alertou recentemente sobre a inviabilidade do plano de desenvolvimento do planeta ao declarar: “os dias na Terra estão contados”.


Fonte: RT

 

Imagem: Nejron Photo/Shutterstock.com