Início

Pegadas humanas mais antigas das Américas são encontradas nos EUA

Descoberta indica que nossos ancestrais chegaram ao continente antes do que se pensava

Pesquisadores afirmam que encontraram nos Estados Unidos as pegadas humanas mais antigas das Américas. Estima-se que as marcas de pés tenham entre 23 mil e 21 mil anos. Caso a datação se confirme, a descoberta indica que nossos ancestrais chegaram ao continente antes do que se pensava.

Primeiros humanos nas Américas

As pegadas foram identificadas no Parque Nacional White Sands, no Novo México. Em um novo estudo publicado na revista Science, pesquisadores confirmaram que elas foram feitas por humanos, incluindo crianças e adolescentes. No mesmo local, também foram encontradas marcas de patas de mamutes e de animais da megafauna, como preguiças gigantes. 

Pegadas humanas mais antigas das Américas são encontradas nos EUA - 1

A data da chegada da nossa espécie às Américas é alvo de intensos debates. A teoria mais aceita aponta que os primeiros habitantes foram indivíduos da chamada "cultura Clovis", que teria se estabelecido na América do Norte há cerca de 15 mil anos. Mas a nova descoberta indica que os humanos já estavam na região durante o auge da última Era do Gelo, que atingiu seu pico há aproximadamente 21.500 anos. 

Para determinar a idade das pegadas, a equipe do geocientista Matthew Bennett, da Universidade Bournemouth, na Inglaterra, usou vários métodos, incluindo datação por radiocarbono de plantas aquáticas incrustadas nas marcas de pés. Mas nem toda a comunidade científica está convencida de que as marcas sejam tão antigas. Loren Davis, antropólogo da Oregon State University, diz que gostaria de ver os pesquisadores usarem outras técnicas de datação antes de confirmar a descoberta.

VER MAIS

 


Fontes: IFLScience e Science News

Imagens: David Bustos/National Park Service, Universidade Bournemouth e Matthew Bennett/Universidade Bournemouth