Início

Queda de asteroide pode ter inspirado relato da destruição de Sodoma e Gomorra

Cidade de Tall el-Hammam foi devastada por objeto espacial por volta do ano 1650 a.C.

Um asteroide que devastou uma cidade no Oriente Médio há 3.600 anos pode ter inspirado o relato da destruição de Sodoma e Gomorra. Segundo a Bíblia, os dois povoados foram alvo da ira divina, pois lá reinava o pecado. Em um novo estudo, pesquisadores sugerem que a queda de um objeto espacial em Tall el-Hammam (na atual Jordânia) estaria por trás dessa famosa passagem do Antigo Testamento.

Asteroide destruiu Tall el-Hammam

Desde 2005, escavações têm sido realizadas no sítio arqueológico Tall el-Hammam, uma antiga cidade murada no Vale do Rio Jordão, localizada a nordeste do Mar Morto. Os estudos das ruínas e camadas de solo da área demonstraram que o local foi atingido por um asteroide por volta do ano 1650 a.C. Segundo os pesquisadores, a rocha se movia a uma velocidade de 61.000 km/h e explodiu em uma enorme bola de fogo a cerca de 4 quilômetros acima do solo.

Queda de asteroide pode ter inspirado relato da destruição de Sodoma e Gomorra - 1

A explosão que atingiu a cidade foi cerca de mil vezes mais poderosa do que a bomba atômica de Hiroshima, segundo conta o arqueólogo Christopher R. Moore em um artigo no site The Conversation. Alguns segundos após o impacto, uma enorme onda de choque atingiu a cidade movendo-se a cerca de 1.200 km/h. Os ventos mortais varreram a cidade, demolindo todas as edificações. Estima-se que os oito mil habitantes da comunidade tenham morrido na tragédia.

Segundo os pesquisadores, é possível que um relato oral da destruição da cidade tenha sido transmitida por gerações até que fosse registrada como a história de Sodoma e Gomorra descrita na Bíblia. O Antigo Testamento descreve a devastação de um centro urbano perto do Mar Morto, quando pedras e fogo caíram do céu. Os estudiosos acreditam que o relato bíblico é consistente com a tragédia provocada pela queda do asteroide em Tall el-Hammam.

VER MAIS


Fontes: The Conversation e Scientific Reports

Imagens: Jacob Jacobsz de Wet (1641–1697), via Wikimedia Commons e Allen West e Jennifer Rice, CC BY-ND