Início

Três políticos chamados "Hitler" vencem eleições para vereador no Brasil

Quatro políticos chamados "Hitler" concorriam ao cargo de vereador no Brasil nas eleições de 2020. Três deles se elegeram: dois em Minas Gerais e um no Rio Grande do Sul. O outro foi derrotado no Piauí. 

Os eleitos foram: Astórico Hitler Mussoline (Republicanos), em Santana dos Montes - MG, Hitler Vagner Candido De Oliveira (PSB), em Juiz de Fora - MG e Hitler Kleber Pederssetti (DEM), em São Leopoldo - RS. Já Thanack Hitler Da Silva Costa  (PMN) não conseguiu se eleger em Teresina - PI. 

Dos quatro candidatos, três ocultaram o nome "Hitler" das urnas. Um concorreu apenas como "Astórico", outro como "Vagner de Oliveira" e o terceiro como "Capitão Thanack". O único que usou o nome foi Hitler Pederssetti.

Hitler também se elege na Namíbia

Curiosamente, um político chamado Adolf Hitler Uunona foi eleito na semana passada para administrar o distrito de Ompundja, na Namíbia. O candidato venceu as eleições locais com 85% dos votos. Ele é filiado ao Swapo, partido de centro-esquerda que liderou a campanha contra o domínio colonial da minoria branca.

O nome Adolf é comum na Namíbia, que já foi colônia alemã. Uunona confirmou que foi batizado em homenagem ao líder nazista, mas disse que o pai dele provavelmente não entendia o que Hitler representava. "Quando criança, eu considerava um nome totalmente normal", afirmou o político.

Uunona faz questão de esclarecer que não tem nada a ver com a ideologia nazista. "Só quando estava crescendo é que percebi: este homem (Hitler) queria subjugar o mundo inteiro", disse ele. Ao contrário de seu xará totalitário, o político da Namíbia diz que não tem nenhuma pretensão de dominação mundial.

A Namíbia fez parte de um território germânico chamado Sudoeste Africano Alemão entre 1884 e 1915. Soldados alemães massacraram cerca de 65 mil pessoas da tribo herero e 10 mil da tribo Nama em uma campanha sangrenta para reprimir uma revolta entre 1904 e 1908. O ato de violência aconteceu depois que os alemães expulsaram as tribos nativas de suas terras e os recrutaram para trabalhos forçados, levando a um levante em que os hereros mataram 123 colonos germânicos.

Três políticos chamados
Adolf Hitler Uunona


Fontes: Justiça Eleitoral, BBC e Daily Mail

Imagens: Fábio Pozzembom/Agência Brasil e Comissão Eleitoral da Namíbia/Reprodução