Início

Triângulo de Hess: a curiosa história do menor e mais caro terreno do mundo

Pequeno mosaico no pavimento de Greenwich Village, em Nova York, se tornou um símbolo de desobediência civil

No bairro de Greenwich Village, em Nova York, nos Estados Unidos, há um ponto muito apreciado pelos residentes locais: o triângulo de Hess. É um pequeno mosaico no pavimento, feito de ladrilhos pretos e brancos desgastados, que se tornou o menor e mais caro terreno do mundo. Sua curiosa história virou um símbolo de desobediência civil.

Terreno mais caro do mundo

No local onde se encontra esse emblemático triângulo, havia o Edifício Vorhes, construído no final do século XIX por um homem chamado David Hess (que morreu em 1907). No início do século XX, as autoridades decidiram que era preciso ampliar tanto a Sétima Avenida como a linha de metrô para otimizar as viagens entre o sul de Manhattan e o centro da ilha. Em outubro de 1913, logo antes da Primeira Guerra Mundial, foi anunciado que 253 estruturas seriam demolidas para realizar ampliações, e o Edifício Vorhes estava incluído.

Triângulo de Hess: a curiosa história do menor e mais caro terreno do mundo - 1

Nova York havia aprovado uma ordem de expropriação dentro da Quinta Emenda da Constituição dos Estados Unidos, mas a família Hess se opôs à iniciativa e se negou a vender o edifício para o Estado. Durante os dois anos seguintes, a família esgotou todas as instâncias judiciais, mas perdeu a batalha nos tribunais: o edifício de apartamentos foi demolido.

No entanto, por um erro de inspeção imobiliária, um pequeno pedaço de terreno no formato de um triângulo, com 65 cm de base e 70 cm de lados, seguiu pertencendo legalmente à família Hess. As autoridades pediram aos proprietários que doassem a diminuta porção, mas eles se negaram. Como ato de desafio às autoridades, os Hess mandaram construir uma placa onde se lê: “Propriedade da família Hess que nunca foi utilizada para uso público”.

Finalmente, em 1938, o “Triângulo de Hess” foi vendido à tabacaria Village Cigars por mil dólares. Esse valor pode parecer baixo, mas é preciso entender que, com a inflação, equivale a cerca de 17 mil dólares atualmente. Levando em consideração que a área mede cerca de 0,25 metros quadrados,  o valor unitário do Triângulo de Hess é de 68 mil dólares por metro quadrado, ou seja o terreno mais caro do mundo.

VER MAIS


Fontes:  BBC e Digismack

Imagens: Chris Hamby, via Wikimedia Commons e Harrison Leong, via Wikimedia Commons