Hoje na história

03.jun.1968

Andy Warhol, líder do movimento pop art, sofre tentativa de assassinato

No dia 3 de junho de 1968, o norte-americano Andy Warhol, artista considerado um dos líderes do movimento de artes visuais da pop art, sofreu uma tentativa de assassinato em seu estúdio (The Factory), em Nova York. O crime foi cometido pela radical feminista Valerie Solanas, que acertou um dos três tiros disparados contra o artista. Ela teria ficado furiosa com Warhol a quem teria apresentado um script pelo qual o artista não se interessou e ele também teria perdido o material. Ela pediu uma compensação pela perda, mas Warhol terminou por demiti-la do seu filme (I, a Man) e lhe pagou US$ 25. Warhol ficou gravemente ferido pelos tiros e quase morreu. O atentado deixou sequelas pelo resto de sua vida e ele foi obrigado a usar um espartilho cirúrgico. Mario Amaya, um crítico de artes, estava com Warhol no momento do crime, mas sofreu ferimentos leves e se recuperou rapidamente.

 

Clique aqui e saiba mais sobre a história de Andy Warhol