Hoje na história

16.out.1946

Dez nazistas condenados no Julgamento de Nuremberg são executados

No dia 16 de outubro de 1946, foram enforcados 10 dos 12 nazistas condenados no Julgamento de Nuremberg, na Alemanha. O tribunal foi promovido pelos Aliados após o fim da Segunda Guerra Mundial. No banco dos réus estavam proeminentes membros da liderança política, militar e econômica do Terceiro Reich.

Oito juízes, representantes dos quatro países vencedores da guerra, compuseram a corte. O presidente do tribunal era britânico, mas coube aos americanos o papel mais importante na preparação do processo. O tribunal de Nuremberg decretou 12 condenações à morte, três prisões perpétuas, Duas condenações a 20 anos de prisão, uma a 15 e outra a 10 anos. Dois acusados foram absolvidos.

Das 12 penas de morte, 10 foram executadas. Martin Bormann, o assessor mais próximo de Hitler em seu primeiro quartel-general, estava desaparecido, sendo julgado à revelia e condenado à morte. Anos mais tarde, foi confirmado que ele havia se suicidado em 1945.

Hermann Göring (comandante da Luftwaffe, presidente do Reichstag e ministro da Prússia) suicidou-se na véspera do dia 16. Quando os seguranças do presídio perceberam que ele estava estranhamente imóvel deitado sobre seu banco, chamaram seus superiores e um médico. Este constatou a morte de Göring por envenenamento. Nunca foi esclarecido quem lhe entregou o veneno.


 Imagem: National Archives and Records Administration, via Wikimedia Commons