Hoje na história

22.set.1992

É preso o líder do grupo terrorista Sendero Luminoso

No dia 22 de setembro de 1992 era preso Manuel Abimael Guzmán, líder da organização terrorista peruana Sendero Luminoso. Trata-se de um dos grupos mais sanguinários e fanáticos da América Latina, responsável pela morte de 35 mil pessoas durante a sua luta pela conquista do poder. Guzmán era um professor de Direito e Filosofia da Universidade de San Agustín de Arequipa que, nos anos 60, decidiu passar para a luta armada sob o pseudônimo de “presidente Gonzalo”. Em 1992, o serviço antiterrorismo do Peru o encontrou no bairro Surquillo, na capital Lima. O terrorista foi preso por um grupo especial de policiais que capturou, além dele, outros dirigentes do grupo e também sua esposa, Elena Iparraguirre. Guzmán foi condenado à prisão perpétua e segue preso, em um cárcere de segurança máxima na base naval de El Callao.

 


Imagem:  via Wikimedia Commons