Hoje na história

25.jan.1947

Morre Al Capone, famoso gângster norte-americano

No dia 25 de janeiro de 1947 morria, aos 48 anos, Alphonsus Gabriel Capone, ou simplesmente Al Capone, considerado um dos maiores gângsters dos Estados Unidos. Ele ficou famoso por liderar um grupo criminoso que se dedicava ao contrabando e venda de bebidas, entre outras atividades ilegais, durante a Lei Seca que vigorou no país nas décadas de 1920 e 1930.

Capone nasceu no bairro nova-iorquino do Brooklyn, filho de imigrantes italianos. Após ser expulso da escola aos 14 anos, juntou-se a uma gangue e ganhou o apelido de “Scarface” ("Cara de Cicatriz") depois de ser cortado na bochecha durante uma briga. Em 1920,  mudou-se para Chicago, onde logo estava ajudando a administrar as empresas ilegais do chefão do crime Johnny Torrio. Entre as atividades exercidas pelo gângster estavam  o tráfico de álcool e a exploração de jogos de azar e prostituição. Torrio se aposentou em 1925 após sofrer um atentado, abrindo caminho para Capone liderar a organização.

A Lei Seca, que proibiu a fabricação e distribuição de álcool, durou de 1920 a 1933. Nesse período, a venda de bebidas ilegais tornou-se extremamente lucrativa para contrabandistas e gângsters como Capone, que arrecadou milhões com suas atividades no mundo do crime. Capone estava no topo da lista de "Mais Procurados" do FBI em 1930, mas evitou a cadeia durante anos, subornando fiscais da cidade, intimidando testemunhas e mantendo vários esconderijos. 

Capone se consolidou como o chefão do crime de Chicago ao eliminar seus concorrentes. Em 1929,  seus homens mataram sete membros de uma gangue rival no Massacre do Dia dos Namorados. Isso ajudou a torná-lo temido e conhecido em todo o país.

Entre os inimigos de Capone estava o agente federal Eliot Ness, que liderava uma equipe de oficiais conhecidos como "Os Intocáveis". Ness e seus homens combatiam de forma implacável os negócios de contrabando de Capone, mas foram as acusações de sonegação de impostos que finalmente levaram Capone à prisão em 1931. 

Capone começou a cumprir pena na Penitenciária de Atlanta, mas foi transferido para a prisão de segurança máxima da Ilha de Alcatraz depois que foi acusado de manipular o sistema para receber regalias atrás das grades. Ele saiu da cadeia no início de 1939 por bom comportamento, depois de passar seu último ano na prisão em um hospital, sofrendo de sífilis. Capone morreu em 1947, em sua casa em Palm Island, Flórida.


Imagem: Domínio Público, via Wikimedia Commons