Hoje na história

13.Maio.2019

Morre a atriz e cantora Doris Day, a "Marilyn Monroe inocente"

A atriz e cantora Doris Day, lenda de Hollywood, morreu em 13 de maio de 2019, aos 97 anos, em sua casa em Carmel Valley, nos Estados Unidos. De acordo com uma nota divulgada pela fundação que leva o nome da artista, ela estava rodeada por familiares e amigos. Críticos costumavam dizer que ela era uma espécie de versão inocente de Marilyn Monroe.

Nascida em 3 de abril de 1922, ela começou sua carreira musical cantando em big bands, em 1939. A música "Sentimental Journey", lançada em 1945, foi seu primeiro hit. Entre aquele ano e 1946, Day (como vocalista da Les Brown Band) emplacou outras seis canções entre os dez primeiros lugares da parada da Billboard.

No cinema, seu primeiro sucesso foi em Romance em Alto-Mar de 1948, seguido por uma série de filmes financeiramente bem sucedidos, incluindo musicais, comédias e dramas. Day desempenhou o papel principal em Ardida como Pimenta (1953) e estrelou O Homem Que Sabia Demais (1956) de Alfred Hitchcock com James Stewart. Seus filmes mais conhecidos são as comédias Confidências à Meia-Noite (1959) e Eu, Ela e a Outra (1963). Depois de 1968, ela passou a estrelar na comédia da CBS The Doris Day Show (1968-73).

Entre seus prêmios, Day recebeu um Grammy especial pelo conjunto de sua obra. Em 1960, ela foi indicada para o Oscar de Melhor Atriz, e, em 1989, recebeu o Prêmio Cecil B. DeMille por sua contribuição ao mundo do entretenimento.  Após o fim de seu programa televisivo, Doris Day se dedicou à defesa dos animais. A artista criou uma fundação especialmente para esse propósito.


Imagem: Universal/Reprodução