Hoje na história

16.out.2018

Morre o repórter policial Gil Gomes

Gil Gomes, que ficou famoso por suas reportagens policiais no rádio e televisão, morreu em 16 de outubro de 2018. Nascido e criado na Mooca, em São Paulo, ele tinha como marca registrada um estilo peculiar de locução. Sua voz e seu gestual eram inconfundíveis.

Quando jovem, Gil Gomes sofria de gagueira. Para superar o problema, começou a imitar locutores esportivos que ouvia no rádio. Assim, descobriu sua vocação. Aos 18 anos, iniciou sua carreira como radialista.

Em 1968, passou a se dedicar às reportagens policiais. No início dos anos 90, ficou popular em todo o Brasil como repórter do programa de TV Aqui Agora, do SBT. Gil Gomes tinha um papel de destaque na atração. Na época, ele aprimorou o visual, a voz e o gestual. Com isso, acabou caindo no gosto do grande público e serviu de inspiração para imitadores de programas de humor.

Em 2005, Gil afastou-se da TV e do rádio. Seus quase 50 anos de carreira foram aparentemente encerrados pelo mal de Parkinson. Mas, em dezembro de 2016, Gil Gomes retorna novamente à televisão, desenvolvendo um trabalho de reportagens e comentários em uma emissora de televisão que acabou extinta no ano seguinte. Ele morreu aos 78 anos, em São Paulo, após ser internado com câncer em um hospital.


Imagem:  Reprodução