Início

Nasce o icônico artista inglês David Bowie

Por History Channel Brasil em 07 de Janeiro de 2022 às 11:56 HS
Nasce o icônico artista inglês David Bowie-0

Considerado um dos grandes artistas dos últimos tempos, o inglês David Robert Jones, mais conhecido como David Bowie, nascia em um dia como este, em 1947, em Londres. Além de músico, cantor e compositor, ele também foi produtor, ator e arranjador. Bowie foi figura importante no mundo da música por mais de quatro décadas, tendo ficado célebre pela constante renovação do seu trabalho, especialmente na década de 1970. Ele ficou conhecido por sua voz marcante, assim como a profundidade intelectual e o ecletismo da sua obra.

O artista nasceu e foi criado na região sul de Londres, entre os bairros de Brixton e Bromley. Já na infância ele se envolveu com a música, tendo participado de um coral.  Na década de 1950, se apaixonou pelo nascente rock 'n' roll de Little Richard, Chuck Berry e Elvis Presley.

Aos 15 anos, montou sua primeira banda, na qual tocava saxofone.  Em 1964 ele lançou seu primeiro single, "Liza Jane", creditado como Davie Jones with the King Bees. Algum tempo depois, para evitar confusão com outro artista de nome parecido (Davy Jones, do The Monkees), ele adotou o sobrenome Bowie. Seu primeiro lançamento sob a nova identidade aconteceu em 1966.

No ano seguinte, ele lançou seu disco de estreia, que levava simplesmente seu nome. O álbum não teve muita repercussão. Seu primeiro sucesso viria em 1969, com a canção "Space Oddity", que além de estar presente em seu segundo disco também foi lançada como single.

Apesar de ter conquistado seu primeiro hit, ainda demoraria um pouco para Bowie consolidar sua carreira. Nos anos seguintes, ele lançou os álbuns The Man Who Sold the World (1970) e Hunky Dory (1971), que continham futuros clássicos, mas não venderam muito na época em que chegaram às lojas.

Ele só se tornou uma estrela de primeira grandeza na Inglaterra com o disco seguinte, The Rise and Fall of Ziggy Stardust and the Spiders from Mars (1972). O álbum contava a história do personagem título, um alienígena encarnado por Bowie. A obra, considerada um clássico do glam rock, consolidou sua parceria com o guitarrista Mick Ronson.

Na esteira do sucesso de Ziggy Stardust, Bowie lançou outros discos consagrados, como Aladdin Sane (1973) e Diamond Dogs (1974). Ao ficar famoso, ele aproveitou para promover as carreiras de artistas que admirava, como  Lou Reed (de quem produziu o álbum Transformer, em 1972) e Iggy Pop (mixando o disco Raw Power, de Iggy & The Stooges, em 1973, e produzindo seus dois primeiros álbuns solo, The Idiot e Lust For Life, ambos de 1977).

Em 1975, parou de trabalhar com Ronson e deu uma guinada na carreira gravando Young Americans, álbum influenciado pela soul music. A partir daí, ele se aventuraria pelos mais diversos estilos. Sua "trilogia de Berlim" (composta pelos discos Low , "Heroes"  e Lodger), produzida em colaboração com Brian Eno, foi pioneira em misturar rock com música eletrônica no fim da década de 1970.

Bowie chegou  ao auge do sucesso comercial em 1983, com o disco Let's Dance, produzido por Nile Rodgers. O álbum vendeu milhões de cópias no mundo inteiro. A partir daí, até o fim da década de 1980 ele passou a lançar discos que não foram tão bem recebidos pela crítica, apesar de emplacar alguns hits. Paralelamente, o artista também passou a atuar no cinema (em filmes como "O Homem Que Caiu na Terra", "Fome de Viver" e "Labirinto") e teatro (onde foi aclamado por sua atuação no papel-título da peça "O Homem Elefante"). 

Nas décadas de 1990 e início dos anos 2000 , continuou na ativa, lançando discos e fazendo turnês mundiais regularmente. Por conta de problemas cardíacos, ele abandonou os palcos em 2004 após excursionar promovendo o álbum Reality. Depois de quase uma década de silêncio, ele lançou o disco The Next Day, de surpresa, em 2013.

David Bowie morreu em 10 de janeiro de 2016. Sua morte aconteceu dois dias depois de completar 69 anos, data que também marcou o lançamento de Blackstar, seu último álbum. O artista lutava contra um câncer. 

Ao todo, ele lançou 25 discos e participou de quase 30 filmes. Estima-se que Bowie tenha vendido 140 milhões de álbuns pelo mundo. Em 2004, a revista Rolling Stone classificou o artista com o 39o. na sua lista dos "100 Maiores Artistas de Todos os Tempos" e o 23o. na sua lista dos melhores cantores de todos os tempos.


Imagem: via Wikimedia Commons