Hoje na história

18.set.1865

Ocorre a rendição do Paraguai, dando fim à primeira fase na Guerra da Tríplice Aliança

No dia 18 de setembro de 1865, o tenente-coronel paraguaio Antonio de la Cruz Estigarribia se rendia na presença de D. Pedro II, imperador do Brasil, e dos presidentes Bartolomé Mitre, da Argentina, e Venancio Flores, em Uruguaiana, no Rio Grande do Sul. Desta maneira, encerrava-se a primeira fase da “Guerra do Paraguai”, em que Solano López lançara sua grande ofensiva nas operações de invasão da Argentina e do Brasil. A rendição poderia ter colocado um fim definitivo ao conflito, mas este se estendeu por mais tempo porque o Brasil exigia, literalmente, a morte de Solano López. 

Nos meses seguintes, as tropas aliadas libertaram os últimos redutos paraguaios em território argentino, as cidades de Corrientes e São Cosme, na confluência dos rios Paraná e Paraguai, no final de 1865. Ainda neste mesmo ano, houve a ofensiva da Tríplice Aliança, e seus exércitos, com mais de 50 mil homens, se preparavam para invadir o Paraguai. A Guerra do Paraguai estendeu-se de dezembro de 1864 a março de 1870.

 


Imagem: Victor Meirelles [Domínio público], via Wikimedia Commons