Início

Rodésia consegue a independência

Rodésia consegue a independência-0

Inicialmente, Rodésia ou Rhodesia foi o nome dado durante o mandato britânico a uma ampla região conquistada pelo empresário e mercenário Cécil Rhodes no sul da África. Em 1953, os britânicos, que tentaram preparar a emancipação de seus territórios, agruparam suas possessões da África central em uma federação destinada a preservar a complementaridade das terras. Concebida por Londres para garantir uma divisão progressiva do poder, a federação é, não obstante, mantida pelas companhias mineiras de Rodésia do Norte e pelos colonos de Rodésia do Sul, que viam nela um modo de perpetuar seus privilégios. Opunham-se aos nacionalistas africanos, que se tornavam cada vez mais virulentos depois do final da Segunda Guerra Mundial e desejavam uma chegada rápida à independência. Ante os distúrbios ocorridos em Rodésia do Norte e em Niassalândia entre 1958 e 1961, Londres aceitou dissolver a federação e concedeu, em 2 de março de 1964, a independência a cada um destes territórios, nos quais os nacionalistas africanos ganharam as eleições. Receberam o nome, respectivamente, de Zâmbia e Malawi.