Início

Vincent van Gogh atira em si mesmo

Por History Channel Brasil em 26 de Julho de 2019 às 14:11
Vincent van Gogh atira em si mesmo-0

Em 27 de julho de 1890, o pintor holandês Vincent Van Gogh atirou em si mesmo, justamente quando acabava de pintar sua última obra, "Campo de Trigo com Corvos". Relatos variam a respeito do local onde o tiro atingiu o artista (alguns dizem que foi no peito, outros afirmam que foi no estômago). As desordens mentais, o comportamento agressivo e solitário e as frustrações amorosas o teriam levado a cometer o ato. O artista morreu dois dias depois. 

Nascido em 30 de Março de 1853, Van Gogh foi uma figura destacada do Pós-impressionismo. Chegou a pintar 900 quadros (27 deles autorretratos) e 1.600 desenhos. Produziu todo o seu trabalho (cerca de 910 pinturas e 1100 desenhos) durante um período de somente 10 anos (1880-1890) até que sucumbiu à doença mental (possivelmente um transtorno bipolar ou uma síndrome de epilepsia).

A influência do artista no pós-impressionismo, no expressionismo e no princípio da arte abstrata foi enorme, e pode ser notada ainda em muitos outros aspectos da arte do século XX. O Museu Van Gogh em Amsterdã dedica-se a exibir o trabalho do pintor e de seus contemporâneos. Entre suas obras encontram-se: A Colheita (1888), The White Orchard, (1888), O Quarto (1888), A Ponte de Langlois (1888), A Casa Amarela (1888), Noite Estrelada (1889) Girassóis (1888) e Lírios (1890).

 

Clique aqui e saiba mais sobre a história de Vincent van Gogh

 


Imagem: Art Institute of Chicago / Vincent van Gogh [Domínio público], via Wikimedia Commons