04.Abr.1968

Martin Luther King Jr. é assassinado

Uma poderosa voz pela igualdade de direitos humanos foi silenciada em um dia como este, no ano de 1968, com o assassinato do ativista político e pastor protestante Martin Luther King Jr. Aos 39 anos, ele foi morto a tiros dentro de um hotel, pouco antes de uma marcha que ele conduziria na cidade de Memphis. James Earl Ray confessou o crime, mas, anos depois, negou sua confissão.

Nascido no dia 15 de janeiro de 1929, em Atlanta, na Georgia, King Jr. ficou conhecido por lutar contra o preconceito racial nos Estados Unidos, pregando uma resistência não violenta. Por conta de sua luta, recebeu, em 14 de outubro de 1964, o Prêmio Nobel da Paz (foi o mais jovem até então a obter a honraria). Seu discurso mais famoso, "Eu Tenho Um Sonho", foi proferido em março de 1963, em frente ao Memorial Lincoln, em Washington DC. Em 1986, foi estabelecido o Dia de Martin Luther King, sempre na terceira segunda-feira do mês de janeiro, data próxima ao aniversário dele. Em 1993, pela primeira vez, o feriado foi celebrado em todos os estados do país.

 

Eu tenho o sonho de um dia ver meus quatro filhos vivendo numa nação em que não sejam julgados pela cor de sua pele, mas sim pelo seu caráter.

Quase sempre minorias criativas e dedicadas tornam o mundo melhor.

Se um homem não descobriu algo por que morrer, ele não está preparado para viver.
Martin Luther King Jr.


Imagem: Wikimedia Commons