Televisão

5 eventos históricos que inspiraram algumas das melhores cenas de Game of Thrones

Game of Thrones, a série de fantasia que causa entusiasmo no mundo todo, é considerada uma das melhores da história. No entanto, parte de sua narrativa é inspirada em alguns eventos históricos muito reais. Seu criador, o escritor norte-americano George R.R. Martin, certa vez afirmou: “Sempre gostei de história, mas em uma versão mais popular. Não aquela cheia de dados, censos ou mudanças culturais, mas aquela centrada em relatos de guerras, intrigas e assassinatos”.

Estes são cinco acontecimentos reais que podem ter inspirado alguns dos melhores momentos da atração:

Guerra das Rosas: Este é o nome que se deu ao conflito entre os Lancaster e os York pelo trono da Inglaterra, no século XV. George R.R. Martin leu os quatro tomos do livro "Plantagenet", no qual o historiador Thomas B. Costain narra o acontecido. Em GOT, descreve-se o conflito entre os Lannister e os Stark pelo poder de Westeros.

Julgamentos por combate: Na série, Tyrion Lannister fica livre da culpa pelo assassinato de Lord Jon Arryn, após resolver o caso mediante a figura do julgamento por combate. Durante o período medieval europeu, quando um juiz não chegava a uma decisão final, as partes poderiam acudir a essa figura para resolver o conflito. Assim, cada um escolhia um combatente para representá-lo e o vencedor da luta determinava o vencedor do julgamento.

Casamento Vermelho: Um dos momentos mais impactantes da série é determinado pela morte de três personagens principais durante um banquete oferecido pelo lorde Walder Frey. Ali são assassinados Robb Stark, sua prometida, Talisa, e sua mãe, Catelyn Stark. O próprio Martin confessou que a cena foi inspirada em um capítulo da história escocesa chamado “O Jantar Negro”. O fato aconteceu em 1440, quando os assessores do rei Jaime II assassinaram seu rival pelo trono, o conde Douglas, durante um jantar em seu castelo.

 A Muralha: Vários dos momentos mais obscuros e complexos da série acontecem com a Muralha como cenário. Segundo Martin, esse local é inspirado no muro de Adriano, erguido para proteger a Britânia romana das tribos do norte da Grã-Bretanha, que mais tarde formariam a Escócia.

Coroa de ouro: Outra cena emblemática ocorre quando Viserys Targaryen exige de Khal Drogo a coroa prometida pela mão de sua irmã. Drogo ordena que seus soldados segurem Viserys enquanto derrete a peça de ouro, derramando-o em seguida na cabeça de Viserys, que, obviamente, morre. Segundo relatos históricos, algo similar aconteceu ao imperador romano Publio Licinio Valeriano, após ser capturado pelo rei persa Sapor I, no ano 260. O imperador foi obrigado a engolir ouro fundido antes de ser executado.


Imagem: Arte sobre ilustração de domínio público