Foguetes

Antes de cair nas Maldivas, foguete chinês descontrolado foi avistado no Brasil

Astrônomo amador registrou imagens do dispositivo passando pelos céus de Santa Catarina
Por: HISTORY Brasil

O foguete chinês que causou preocupação na semana passada por estar descontrolado caiu nas Maldivas na noite de sábado. Felizmente a queda não causou incidentes. Mas, antes que o dispositivo caísse no Oceano Índico, ele foi avistado nos céus do sul do Brasil.

Pequena chance de cair no Brasil

Uma câmera de monitoramento de uma estação em Monte Castelo, no norte de Santa Catarina, conseguiu captar imagens do foguete. O registro foi feito pelo astrônomo amador Jocimar Justino. "Devido a altitude que o objeto passou, naquela posição ainda estava recebendo a luz direta do sol. O que vemos é o sol refletido nele, é como se estivesse um espelho girando", disse ele em entrevista ao G1.



Marcelo Zurita, diretor técnico da Rede Brasileira de Monitoramento de Meteoros (Bramon), afirmou que o foguete chinês também foi avistado no Rio Grande do Sul, São Paulo e Minas Gerais. Segundo especialistas, havia uma pequena chance de 1,86% de que o foguete caísse no nosso país. Mas, na noite de sábado, o foguete Long March 5B atingiu uma área no Oceano Índico a oeste das Maldivas.



A trajetória desgovernada do foguete deixou especialistas preocupados. A NASA criticou a China por não ter tomado as devidas precauções para evitar incidentes. "Nações que fazem viagens espaciais devem minimizar os riscos para pessoas e propriedades nas reentradas na Terra e maximizar a transparência em relação a essas operações", disse Bill Nelson, administrador da agência espacial dos Estados Unidos. "Está claro que a China não está cumprindo os padrões responsáveis ​​em relação a seus detritos espaciais", completou.

VER MAIS:


Fonte: G1

Imagens:  Jocimar Justino/Arquivo pessoal e Ju Zhenhua/Xinhua/Reprodução