ASTEROIDES

Asteroide surpreende a NASA ao ser percebido só depois de passar raspando pela Terra

Um asteroide "raspou" pela Terra recentemente, mas só foi detectado pela NASA horas depois de sua passagem. Ele esteve a uma distância de 2.950 km, a maior proximidade que um objeto do tipo esteve do nosso planeta sem se chocar. Batizado de 2020 QG, seu tamanho está estimado entre 3 e 6 metros de diâmetro. 

Devido ao seu tamanho, a rocha espacial provavelmente não teria representado nenhum perigo caso tivesse atingido nosso planeta. Mas a passagem do asteroide preocupou astrônomos em todo o mundo. Isso porque ninguém tinha ideia da existência do objeto até que ele tivesse passado pela Terra.

A NASA tem conhecimento de apenas uma fração dos chamados "objetos próximos à Terra". Muitos asteroides potencialmente perigosos não chegam a ser detectados. Se um deles atingir nosso planeta, pode matar dezenas de milhares de pessoas.

Pelos critérios da NASA, são considerados potencialmente perigosos os objetos com mais de 140 m de diâmetro que se aproximam do nosso planeta a uma distância de 0,05 unidades astronômicas (ou 6 milhões de quilômetros). Em caso de impacto, asteroides do tipo podem desencadear tsunamis devastadores, terremotos e efeitos secundários que se estenderiam muito além da área de colisão. 


Fontes: Space.com e Business Insider

Imagem: JPL/Nasa/Divulgação