11 DE SETEMBRO

Atentados de 11/09: documentos secretos podem ser revelados pelos EUA

Familiares das vítimas pressionam governo para tirar sigilo de arquivos confidenciais
Por: HISTORY Brasil

O governo dos Estados Unidos anunciou que analisará os arquivos referentes ao atentado às Torres Gêmeas de 11 de setembro de 2001 com objetivo de determinar quais documentos secretos poderão ser revelados. A decisão surgiu após a pressão de familiares das vítimas, que buscam descobrir se houve participação da Arábia Saudita nos ataques.

Segredos de Estado

O presidente dos EUA, Joe Biden, afirmou que sua administração manterá o máximo grau de transparência sobre o acontecimento. Ele pediu ao Departamento de Justiça do país para realizar nova análise exaustiva dos documentos confidenciais, e dar prioridade a isso.



Biden havia prometido durante sua campanha eleitoral que publicaria a maior quantidade de informações que fossem possíveis sobre o atentado. No entanto, familiares e amigos das vítimas garantem que, até o momento, os pedidos foram ignorados, e dizem que o governo teria material que traria responsabilidade aos sauditas pelos atos de terrorismo.

Apesar da promessa, Biden não estipulou um prazo para que os documentos sejam revelados nem mencionou a Arábia Saudita em seu comunicado. Ele também reiterou que respeitará as diretrizes estabelecidas durante o governo Barack Obama (2009-2017) que permitem restringir a publicação de documentos se o governo considerar que eles revelam “segredos de Estado”.



VER MAIS


Fonte: El Espectador

Imagem: Michael Foran, via Wikimedia Commons