GUERRAS

Bilhete de soldado alemão enviado por pombo-correio é encontrado após mais de 100 anos

Há mais de cem anos, uma mensagem escrita por um soldado alemão e enviada por um pombo-correio se perdeu pelo caminho. Somente agora, no final de 2020, ela foi encontrada por um casal que caminhava pela região francesa da Alsácia. O pedaço de papel estava dentro de uma pequena cápsula de alumínio. A relíquia foi entregue a um museu.

O bilhete foi enviado por um soldado de infantaria prussiano que servia na localidade de Ingersheim, que na época fazia parte da Alemanha, mas hoje pertence à França. A mensagem descrevia manobras militares, que talvez estejam  relacionadas à Primeira Guerra Mundial (1914-1918). Como o texto está parcialmente ilegível, os especialistas não conseguiram determinar se ele foi escrito em 16 de julho de 1910 ou de 1916. 

A mensagem, escrita em alemão,  informa sobre as movimentações do Pelotão Potthof, que recuou com "pesadas perdas" após ser alvo de um ataque inimigo. Segundo Dominique Jardy, curador do Museu Linge, a descoberta é "super rara". O bilhete será incorporado ao acervo da instituição. 

Heróis anônimos da Primeira Guerra Mundial, os pombos-correio foram usados tanto pelos Aliados quanto pelas Potências Centrais (Alemanha e Áustria-Hungria). O uso mais eficaz dos pássaros era na linha de frente, para ajudar a atualizar os comandantes sobre os últimos acontecimentos. Mesmo após a introdução do rádio, os pombos continuaram a ser usados em missões de guerra para transmitir mensagens.


Fontes: BBC e The Guardian

Imagens: Imperial War Museum/Reprodução e Swiss Federal Archives, via Wikimedia Commons