CLONAGEM

Cientistas conseguem clonar pela primeira vez cavalo de espécie ameaçada de extinção

Cientistas dos Estados Unidos conseguiram clonar com sucesso um cavalo de Przewalski, espécie ameaçada de extinção. O potro, nascido de uma "mãe de aluguel", é um clone de um animal cujo DNA foi congelado há 40 anos no Zoológico de San Diego. Os cientistas acreditam que a experiência pode servir de modelo para projetos futuros de preservação.

Foi a primeira vez que um animal da espécie foi clonado. “Este nascimento expande a oportunidade de resgate genético de espécies selvagens ameaçadas de extinção”, afirmou Ryan Phelan, diretor executivo da Revive & Restore, uma das empresas responsáveis pelo projeto. “Tecnologias reprodutivas avançadas, incluindo clonagem, podem salvar espécies, permitindo-nos restaurar a diversidade genética que de outra forma seria perdida com o tempo”, completou.

O animal foi clonado a partir de material genético armazenado desde 1980. O DNA havia sido colhido de um garanhão que nasceu em 1975 no Reino Unido, foi transferido para os EUA em 1978 e viveu até 1998. Quando ficar mais velho, seu clone será transferido para o San Diego Zoo Safari Park para ser integrado a um rebanho reprodutor de sua espécie. Segundo os cientistas, a partir do momento que o animal amadurecer e começar a procriar, poderá oferecer um valiosa diversidade genética para a população de cavalos de Przewalski.

Originários da Mongólia, os cavalos de Przewalski chegaram a ser declarados oficialmente extintos na natureza, mas programas intensivos de reprodução ajudaram a recuperar a espécie. “Espera-se que esse potro seja um dos indivíduos geneticamente mais importantes de sua espécie”, disse Bob Wiese, diretor de ciências biológicas do Zoológico de San Diego. “Temos esperança de que ele trará de volta variações genéticas importantes para o futuro da população de cavalos de Przewalski”, concluiu. Recentemente, pesquisadores se surpreenderam quando alguns animais selvagens da espécie apareceram na zona de exclusão de Chernobyl.


Fonte: Zoológico de San Diego

Imagens: Christina Simmons/Zoológico de San Diego/Divulgação