MARTE

Cientistas desenvolvem sistema para produzir combustível e oxigênio com água salgada de Marte

O trabalho dos engenheiros da Universidade Washington, em St. Louis, no Missouri, EUA, abriu caminho para o desenvolvimento de um revolucionário sistema, capaz de gerar combustível de hidrogênio e também oxigênio, utilizando a água altamente salgada de Marte.  Trata-se de um sistema eletrolizante de perclorato de sódio que se demonstrou altamente eficiente para a retirada do sal e a separação de moléculas de hidrogênio e oxigênio em condições atmosféricas marcianas.  A nova técnica poderá revolucionar futuras explorações ao Planeta Vermelho.

Para viver em Marte, os futuros colonizadores  precisarão de oxigênio para respirar e de combustíveis como o gás hidrogênio para alimentar seus equipamentos. Qualquer água que encontrarem no Planeta Vermelho será valiosa. Recentemente, a Agência Espacial Europeia (ESA) detectou três lagos na região polar de Marte. De acordo com os cientistas, os reservatórios contêm água líquida escondida sob uma camada de gelo. Em 2018, o equipamento de radar da sonda já havia detectado um reservatório subterrâneo localizado a cerca de 1,5 km abaixo do gelo. 

A pesquisa foi publicada na revista científica Proceedings of the National Academy of Sciences. O novo sistema é capaz de gerar 25 vezes mais oxigênio que o protótipo desenvolvido pela NASA para o explorador espacial Perseverance, usando a mesma quantidade de energia. “Nosso eletrolisador de salmoura marciano muda radicalmente o cálculo logístico das missões a Marte”, disse o professor Vijay Ramani, líder da pesquisa .

Além disso, o equipamento também poderá ser aplicado em nosso próprio planeta para tratar a água salgada do mar.  “Esta tecnologia é igualmente útil na Terra, transformando os oceanos em uma fonte viável de oxigênio e combustível”, afirmou Ramani. O equipamento poderia ser usado em submarinos para produzir oxigênio a partir das águas oceânicas, por exemplo.


Fontes: RT, Futurity e Space.com

Imagens: Shutterstock.com e NASA Langley Advanced Concepts Lab/Analytical Mechanics Associates