Ta Na História

Conheça Epitácio Pessoa, o presidente eleito sem querer e sem esforço

Por Thiago Gomide do Tá na História.

Parceria HISTORY e Ta Na História

 

Em janeiro de 1919, Rodrigues Alves, presidente eleito em 1918, morreu de gripe espanhola.

Alguns historiadores vão duvidar dessa hipótese, mas isso fica para um outro vídeo.

O fato é que Rodrigues Alves tinha morrido. Delfim Moreira estava liderando interinamente o país e a cobrança era por uma nova eleição.

Não tinha uma corrente forte que desejava que Delfim continuasse no poder, ignorando eleições, tal qual fez Floriano Peixoto após a desistência de Deodoro da Fonseca.

Pois bem, eleições precisavam sair e logo.

Estamos vivendo a república do café com leite. A primeira república. A época dos coronéis.  

Nessa época, era o seguinte que rolava: o eleitor, e não era qualquer eleitor, tinha que votar em quem o coronel quisesse. Cabresto. 

Ou vota ou vala.

Em abril de 1919, eleição fora de época,  dois candidatos estavam no páreo: o senador baiano Ruy Barbosa, que dispensa apresentações, e Epitácio Pessoa, senador paraibano, que estava em Paris representando o Brasil em uma conferência de Paz.

Epitácio foi escolhido como candidato sem saber. Sem consentimento. Foi um acordão entre o centrão, centrinho, poderosos, baixo clero e mais quem você imaginar.

São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul que apitavam nessa escolha. O presidente era determinado a partir dessa conversa.

Epitácio foi escolhido no Senado e na Câmara. Foi nome de consenso. Estava em um meio de campo.

Quer saber os detalhes dessa eleição? Aperta o play que o Tá na História te explica tudinho:

 


THIAGO GOMIDE é jornalista e pesquisador. Foi apresentador e editor do Canal Futura e da MultiRio, ambos dedicados à educação. Escreveu e dirigiu o documentário "O Acre em uma mesa de negociação". Além de ser o responsável pelo conteúdo do Tá na História, atualmente edita e apresenta o programa A Rede, na Rádio Roquette Pinto ( 94,1 FM - RJ). 

A proposta do Tá na História é oferecer conteúdos que promovam conhecimento sobre personagens e fatos históricos, principalmente do Brasil. Tudo isso, claro, com bom humor e muita curiosidade. 


Imagem:  Galeria dos Presidentes, via Wikimedia Commons