POMPEIA

Corpo mumificado encontrado em Pompeia intriga arqueólogos

Junto à tumba também foi encontrada uma lápide contendo inscrições em grego
Por: HISTORY Brasil

O sítio arqueológico de Pompeia é famoso por suas ruínas e pelos restos mortais petrificados das vítimas da erupção do vulcão Vesúvio. Agora, pesquisadores ficaram intrigados com uma descoberta surpreendente. Durante escavações na necrópole de Porta Sarno, eles se depararam com um corpo parcialmente mumificado, prática incomum no Império Romano.

Inscrições gregas em Pompeia

Segundo os pesquisadores, trata-se do corpo mais bem preservado já encontrado em Pompeia. Ele ainda apresenta alguns fios de cabelos brancos e parte da orelha, decorada com um brinco. A mumificação é considerada inusitada porque, de acordo com o costume da época, os restos mortais costumavam ser cremados. 



Outro fato também espantou os pesquisadores: junto à tumba, foi encontrada pela primeira vez nas ruínas de Pompeia uma lápide de mármore contendo inscrições em grego. Isso comprova que a língua era utilizada na cidade nas décadas anteriores à tragédia causada pelo Vesúvio, em 79 d.C. O texto identifica o corpo como sendo de um homem chamado Marcus Venerius Secundio, que ascendeu socialmente durante a vida. 


O corpo parcialmente mumificado e detalhe dos fios de cabelos brancos



De acordo com a lápide, o homem era um escravo liberto que havia sido guardião do Templo de Vênus. A inscrição destaca ainda que ele fazia parte dos augustais, uma ordem de sacerdotes devotada ao culto de Augusto, o primeiro imperador romano. Análises preliminares indicam que Secundio morreu com cerca de 60 anos de idade.

VER MAIS


Fontes: The Guardian e ANSA

Imagens: Parque Arqueológico de Pompeia/Divulgação