ARQUEOLOGIA

Criança encontra espada de 300 anos usando detector de metais na Irlanda do Norte

Fionntan Hughes ganhou um detector de metais de presente de aniversário de seus pais quando completou 10 anos de idade. Ao testar o equipamento, o menino fez uma descoberta incrível. Ele achou uma espada de 300 anos perto de sua casa, em Ulster, na Irlanda do Norte.

O garoto, que gosta de brincar de caça ao tesouro, havia convidado seu primo Darran Hanna para testar o detector de metais em terrenos vizinhos. Nas duas primeiras vezes que o equipamento apitou, apenas bugigangas foram encontradas. Mas a terceira vez apontava para algo especial enterrado a cerca de 30 cm de profundidade.

Lá estava um artefato coberto por uma grossa camada de ferrugem, o que tornava difícil sua identificação. Foi quando o pai do garoto entrou em contato com o departamento de arqueologia do Museu Nacional da Irlanda do Norte para uma avaliação. A instituição ainda não deu um parecer definitivo sobre a relíquia, mas outros especialistas apontam que trata-se de uma espada do século XVIII.

O comerciante de antiguidades Philip Spooner especula que o artefato pode ser uma espada usada por oficiais ingleses entre 1720 e 1780 ou talvez uma espada escocesa utilizada entre 1700 e 1850. Já os irmãos Mark e David Hawkins, também especialistas em antiguidades, acreditam que a espada possa ser ainda mais antiga. Para eles, pelo design da peça é possível que seja um tipo de armamento surgido entre 1610 e 1640.


Fontes: All That is Interesting e BBC

Imagens:Brian Quinn/Clonoe Gallery/Reprodução