mudanças climáticas

Derretimento da Groenlândia e Antártida acelera e pode causar inundações no planeta

Um estudo liderado por cientistas da Universidade de Leeds e do Instituto Meteorológico Dinamarquês observou que as camadas de gelo da Groenlândia e da Antártida continuam a derreter a um ritmo alarmante, visto que o mar subiu 1,8 centímetro nos últimos 30 anos. Se esse nível de degelo continuar, o oceano pode subir mais 17 centímetros até o final do século, expondo 16 milhões de pessoas a inundações costeiras anuais. 

"Embora tenhamos antecipado que as camadas de gelo perderiam maiores quantidades de gelo devido ao aquecimento dos oceanos e da atmosfera, a velocidade com que estão derretendo acelerou mais rápido do que poderíamos ter imaginado", disse o professor Tom Slater, da Universidade de Leeds.   Desde o início dos monitoramentos por satélite, nos anos 1990, o derretimento da Antártica foi responsável por um aumento de 7,2 milímetros no nível do mar, enquanto o da Groenlândia contribuiu com 10,6 milímetros. O estudo foi publicado na revista Nature Climate Change.

Os especialistas alertaram que "as camadas de gelo estão perdendo gelo a uma taxa que está prevista nos piores cenários de aquecimento climático no último grande relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas da Organização das Nações Unidas (IPCC). Até agora, os níveis globais do mar aumentaram em grande parte por meio de um mecanismo chamado expansão térmica. Isso significa que o volume da água do mar se expande conforme fica mais quente. Mas, nos últimos cinco anos, o derretimento das camadas de gelo e das geleiras das montanhas superou o aquecimento global como a principal causa da elevação do nível do mar, de acordo com os cientistas.

“Não são apenas a Antártida e a Groenlândia que estão causando o aumento das águas. Nos últimos anos, milhares de geleiras menores começaram a derreter ou desaparecer totalmente, como vimos com a geleira Ok na Islândia, que foi declarada 'morta' em 2014. Isso significa que o derretimento do gelo agora assumiu o papel de principal causador da elevação do nível do mar", disse Ruth Mottram, coautora do estudo e pesquisadora do Instituto Meteorológico Dinamarquês.


Fonte: Universidade de Leeds

Imagens: Shutterstock.com