egito antigo

Descobertas 250 tumbas do Egito Antigo esculpidas na lateral de uma montanha

Os túmulos pertenceriam a nobres e altos funcionários que viveram entre o Império Antigo e a Era Ptolomaica
Por: HISTORY Brasil

Uma equipe de arqueólogos encontrou aproximadamente 250 tumbas de antigos nobres e funcionários de alto escalão do Egito Antigo durante escavações na necrópole de Al-Hamidiyah, na província de Sohag. De acordo com o Ministério do Turismo e Antiguidades egípcio, os túmulos estavam escavados na parte lateral de uma montanha. Acredita-se que eles pertenceriam a líderes da antiga cidade de Akhmim, que foi um importante centro administrativo do período.

Tumbas do Império Antigo e era Ptolomaica

"Essas tumbas datam do fim do Império Antigo (3100 aC-2125 aC) até o final da era Ptolomaica (309 a.C.- 30 a.C.)", disse Mustafa Waziri, secretário-geral do Conselho Supremo de Antiguidades. Além disso, o especialista contou que um dos túmulos tem porta falsa, e que durante as escavações também foram encontradas várias peças, como vasos de cerâmica e outros artefatos funerários.



Entre os artefatos encontrados, encontram-se vestígios de placas de calcário com inscrições que podem ser os nomes das pessoas sepultadas. Os pesquisadores também localizaram a gravura de um homem fazendo sacrifícios em homenagem aos mortos. 



Além disso, os pesquisadores encontraram fragmentos de ânforas do período tardio (664-332 a.C.), ossos humanos e animais e miniaturas votivas. Essas pequenas esculturas teriam sido depositadas como parte de um ritual funerário, afirmou Mohamed Abdel-Badiaa, chefe do Departamento Central de Antiguidades do Alto Egito.

VER MAIS:


Fontes: El Español e ArtNews

Imagens: Ministério do Turismo e Antiguidades do Egito/Divulgação