JESUS CRISTO

A desconhecida lenda oriental sobre Jesus e seus descendentes japoneses

Por: HISTORY Brasil

A aura de mistério sobre algumas passagens da história de Jesus Cristo não deixa de causar expectativas.

Apesar de tudo o que se sabe por meio da Bíblia e da história oficial da Igreja Católica, existem 20 de sua vida que não são mencionados em nenhum texto sagrado.

Há uma lenda japonesa que surpreende todos aqueles que a descobrem: de acordo com o mito, na década de 30, um grupo de arqueólogos japoneses encontrou uma série de manuscritos, hoje conhecidos como os Documentos Takenouchi. Neles, diz-se que Jesus chegou ao Japão, mais precisamente ao porto de Amanohashidate, quando tinha 21 anos.

Indo mais longe, os documentos afirmam que Jesus não morreu crucificado e que, em vez disso, teria enganado a todos. Segundo a lenda japonesa, o homem na cruz teria sido um suposto irmão, chamado Isukiri. Enquanto isso, Jesus teria viajado ao Japão, onde se casou, teve três filhos e morreu aos 106 anos.

A lenda é tão celebrada pela população local de Shingo, onde supostamente viveu Jesus, que existe até um túmulo onde estariam seus restos, um museu e um Festival de Cristo. A família Sawaguchi, dona histórica do terreno onde está a sepultura, possui olhos claros e uma estatura superior à média do lugar, características que trazem suspeitas com relação ao passado mestiço dos japoneses e do Messias.

Causando mais incerteza, os Documentos Takenouchi foram apreendidos e incendiados durante a Segunda Guerra Mundial.

 




Fonte: supercurioso.com

Imagem: Shutterstock.com