FONTES DE ENERGIA

Empresa cria bateria de diamantes radioativa com vida útil de 28 mil anos

Dispositivo é composto por uma mistura de isótopos radioativos com camadas ultrafinas de nanodiamantes
Por: HISTORY Brasil

Uma startup dos Estados Unidos afirma que está desenvolvendo uma fonte de energia revolucionária. Trata-se de uma bateria composta por uma mistura de isótopos radioativos provenientes de lixo nuclear com camadas ultrafinas de nanodiamantes, chamada NDB (Nano Diamond Battery). A empresa estima que o dispositivo pode ter uma vida útil de 28 mil anos.

Bateria de alta duração

O projeto é baseado em baterias voltaicas de diamante nuclear (DNV), que usam grafite residual de reatores nucleares. Segundo seus desenvolvedores, a NDB atuaria como um minúsculo gerador nuclear. A fonte de energia para o dispositivo são radioisótopos protegidos por várias camadas de diamante sintético.



Segundo os pesquisadores, a energia é absorvida no diamante por um processo chamado espalhamento inelástico, que é usado para gerar eletricidade. O processo de autocarregamento forneceria uma carga para toda a vida útil de qualquer dispositivo ou máquina por até 28 mil anos. De acordo com seus criadores, seria uma fonte de energia limpa e segura.

“Estamos extremamente preocupados com o bem-estar do planeta e focados em reduzir as mudanças climáticas com o objetivo de preservar a Terra para as gerações futuras. Com a NDB, alcançamos uma inovação tecnológica maciça e inovadora: uma bateria livre de emissões, que dura milhares de anos e requer apenas acesso ao ar natural para alimentar dispositivos”, afirmou Nima Golsharifi, CEO da startup. O primeiro protótipo comercial do dispositivo deve ficar pronto na segunda metade de 2021.



VER MAIS:


Fontes: Muy Interesante, Popular Mechanics, Mining e Tech Briefs

Imagens: Shutterstock.com e NDB/Divulgação