Dinossauros

Encontrado primeiro fóssil bem preservado das "partes íntimas" de um dinossauro

Pesquisadores do Reino Unido identificaram a primeira cloaca fossilizada de um dinossauro. Era por essa abertura multifuncional que esses animais se reproduziam, botavam ovos, urinavam e defecavam. A descoberta revela um lado até então desconhecido dessas criaturas do passado.

O fóssil de psitacossauro está muito bem preservado e foi encontrado na China. Apesar de muitos animais de hoje em dia apresentarem cloacas, a cavidade identificada nesse dinossauro apresenta características singulares. "Sua anatomia é única", afirmou Jakob Vinther, paleobiólogo da Universidade de Bristol. Segundo o pesquisador, ela se assemelha um pouco com a abertura posterior de um crocodilo, mas é bastante diferente das cloacas dos pássaros, os parentes vivos mais próximos dos dinossauros.



Vinther notou as "partes íntimas" do dinossauro enquanto estudava o fóssil para tentar determinar a cor da pele do animal. Nenhum dos tecidos moles reprodutivos (como um pênis) estava preservado, portanto, os pesquisadores não conseguem dizer se o dinossauro era macho ou fêmea. Mesmo assim, Vinther explica que o psitacossauro provavelmente era capaz de fazer sexo copulatório, diferentemente de alguns pássaros que esfregam as nádegas em um "beijo cloacal" durante a reprodução,.

A equipe também percebeu que a região externa da cloaca do dinossauro apresentava um tom escuro de melanina. Os cientistas especulam que essa pigmentação diferente poderia servir para chamar a atenção de parceiros sexuais, exercendo função semelhante a dos traseiros vermelhos dos babuínos. Os pesquisadores disseram ainda que os lóbulos pigmentados de cada lado da abertura cloacal do dinossauro poderiam conter glândulas secretoras de almíscar, cujo odor também serviria para atrair parceiros.



O psitacossauro (Psittacosaurus mongoliensis, do latim "lagarto papagaio") foi uma espécie de dinossauro herbívoro e bípede que viveu durante o período Cretáceo (entre 145 milhões e 65 milhões de anos atrás) ao longo de toda a Ásia. Ele media em torno de 2 metros de comprimento, 75 centímetros de altura e pesava cerca de 25kg. Esses animais eram parentes dos famosos triceratops.


Fonte: Live Science

Imagens: Bob Nicholls/Paleocreations/Reprodução e Jakob Vinther/Universidade de Bristol/Reprodução