Naufrágios

Encontrados destroços de navio romano do século II que afundou carregado de vinho

Autoridades da Sicília afirmaram que trata-se de uma das mais importantes descobertas arqueológicas dos últimos anos
Por: HISTORY Brasil

Os destroços de um navio romano do século II a.C. foram encontrados no fundo do Mar Meditarrêneo. De acordo com os pesquisadores, a embarcação naufragou quando transportava um carregamento de vinho. A descoberta foi feita no litoral de Palermo, na região da Sicília, na Itália. 

Comércio de vinho na antiguidade

A embarcação foi localizada a uma profundidade de 92 metros, perto da localidade de Isola delle Femmine. Autoridades da Sicília afirmaram que trata-se de uma das mais importantes descobertas arqueológicas dos últimos anos. Imagens feitas com a ajuda de um robô submarino mostram que junto aos destroços há diversas ânforas (jarros usados para armazenar vinho).



De acordo com os arqueólogos, a produção de vinho se estabeleceu na Sicília desde a era proto-histórica. Mas foi com a consolidação de Roma no cenário político e econômico do Mediterrâneo que o comércio da bebida se tornou uma das atividades mais lucrativas e difundidas da antiguidade. Os romanos negociavam o vinho e outros produtos com comerciantes do norte da África, Espanha, França e Oriente Médio. 

“O Mediterrâneo continua a oferecer elementos preciosos para a reconstrução de nossa história ligada ao comércio marítimo, os tipos de embarcações e transporte", disse Valeria Li Vigni, superintendente do mar da região da Sicília. Segundo ela, a descoberta irá ajudar a entender melhor como era o cotidiano a bordo dos navios, além de esclarecer as relações entre as populações costeiras



VER MAIS


Fontes: The Guardian e La Stampa

Imagem: Superintendência do Mar da Região da Sicília/Reprodução