EXOPLANETAS

Encontrados indícios de grande oceano de água líquida em planeta fora do Sistema Solar

Um grupo de pesquisadores encontrou indícios da existência de um grande oceano de água líquida em um planeta fora do Sistema Solar. Segundo os cientistas, esse exoplaneta orbita uma estrela um pouco mais velha do que o Sol. O estudo, que teve participação do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço de Portugal, foi publicado na revista Astronomy & Astrophysics.

De acordo com o pesquisador João Faria, há uma grande probabilidade de existir água líquida na superfície do planeta LHS 1140 b, descoberto em 2017. O exoplaneta fica localizado na zona habitável da estrela LHS 1140, uma anã vermelha a 41 anos-luz da Terra, na constelação da Baleia. O termo "zona habitável" define a região em torno de uma estrela na qual a água líquida pode se acumular na superfície de um planeta rochoso, oferecendo condições mínimas para potencialmente abrigar vida. 

A água líquida é essencial para a existência de vida. É por isso que Faria considera o LHS 1140 b um dos melhores alvos para futuras pesquisas por biomarcadores. "Este é mais um grande passo que demos na procura de uma outra Terra”, afirmou o astrônomo Sérgio Sousa, que também participou do estudo.

Os pesquisadores trabalharam com dados colhidos pelo telescópio espacial TESS e pelo espectrógrafo ESPRESSO, no Chile. Para concluir que a superfície do LHS 1140 b pode ser coberta de água líquida, os astrônomos calcularam a densidade do planeta e caracterizaram a sua composição interna. No mesmo estudo, os cientistas conseguiram detectar vestígios de mais dois planetas em torno da anã vermelha (além dos outros dois que tinham sido descobertos anteriormente, incluindo LHS 1140 b). 


Fontes: Observador e Público

Imagem: M. Weiss/CfA/ESO/Reprodução