CUBA

EUA e Cuba dão início à aproximação história após cinco décadas de relações diplomáticas rompidas

Por: HISTORY Brasil

Após cinco décadas de relações diplomáticas rompidas, Estados Unidos e Cuba deram início nesta quarta-feira, dia 17, a uma aproximação histórica após uma ruptura que teve início em 1961.  O anúncio da retomada dos laços diplomáticos aconteceu após uma troca de prisioneiros entre os dois países.

O presidente norte-americano Barack Obama conversou por telefone com o líder cubano Raúl Castro para definir quais serão os próximos passos para a reaproximação entre os dois países. Entre as novas medidas, está a reabertura da embaixada dos EUA em Cuba que foi fechada em 1961.



Castro – irmão do líder revolucionário cubano Fidel – fará um discurso de acordo com informações divulgadas pela TV estatal do país. Entre os mediadores da reaproximação, um dos destaques foi a atuação do papa Francisco, que teria desempenhado um papel fundamental neste sentido.

Ao longo de cinco décadas, uma série de tensões envolveu EUA e Cuba. O país de regime comunista e então governado por Fidel Castro nos momentos de maior tensão com os EUA, era um dos “inimigos” da Guerra Fria que ficava mais próximo do território norte-americano. Desde a década de 60, Cuba é alvo de um embargo promovido pelos EUA, que dificultou a economia do país. Apesar das várias tentativas, os norte-americanos nunca conseguiram derrubar o governo comunista de Cuba.

 



 

 

Imagem: US Government (Whitehouse.gov) [Public domain], via Wikimedia Commons